Chumbador Químico

Ancoragem química é um sistema relacionado com a fixação de elementos de aço/estruturas em um substrato, geralmente concreto e alvenaria com a utilização de compostos químicos. Ideal para aplicações de altas cargas e/ou cargas dinâmicas, o sistema consiste na mistura de dois ou mais componentes gerando uma cadeia de reações químicas onde o resultado da mistura resulta em uma ligação mais forte do que o material de base em si.

Por se tratar de um sistema baseado na adesão, sua aplicação não gera tensões sob o material base, se comparado as ancoragens mecânicas de expansão, possibilitando fixações mais próximas da borda e entre fixadores, além de poder ser utilizados em concretos de baixa resistência compressiva ou de qualidade desconhecida.

Embora existam variações de sistemas no mercado, todos operam utilizando o mesmo princípio básico, com a introdução da resina através da mistura de um segundo componente para iniciar o processo de cura química.

 

TIPOS DE ANCORAGEM QUÍMICA

Abaixo temos a descrição dos principais sistemas de ancoragem química:

  • Injeção

Sistema bicomponente de injeção de alta resistência. Utilizado com barras roscadas ou vergalhões para aplicações em materiais maciços como concreto, rocha e bases ocas (com o auxílio de camisa). O sistema é formado por um cartucho, bico misturador e aplicador.

  • Ampola

Cápsula de vidro selado, composto de resina e endurecedor na exata proporção, para a fixação de componentes em materiais de base maciços como concreto e rocha.

 

Para determinar qual dos tipos de ancoragem química utilizar, é necessário se atentar as particularidades do projeto.

 

        

Horário de funcionamento
  • Segunda à sexta                   7:30h às 17:30h

Solicite Orçamento

Clique aqui e descreva-nos a sua necessidade.
Canaletas em Alumínio
BOTINAS EPI

Compartilhe:

Fale Conosco

Preencha o formulário abaixo e nos envie uma mensagem. Responderemos seu contato o mais breve.

plus2.me